“Livros não mudam o mundo, quem muda o mundo são as pessoas. Os livros só mudam as pessoas.”

Mário Quintana

24 comments so far

  1. paulovictor on

    Inseri poesias de Mario Quinta em meu Blog,
    http://paulovictor.wordpress.com
    faça uma visita e casdastre-se em minha rede,

    abraços

    Paulo Victor

  2. Fernando on

    Essa frase é atribuída a Caio Graco e não à Quintana!

    pt.wikipedia.org/wiki/Caio_Graco

  3. Janderson on

    O Quintana foi genial, mas essa frase é de Caio Graco.

  4. lescia jatobá on

    não é não! essa frase é de Mário Quintana! faço biblioteconomia e numa disciplina de ação cultural, ele foi o assunto de um debate!!!
    precisa provar por A + B que é de Caio Graco!

  5. Marcelo on

    CERTO QUE ESSA POESIA É DO BATMAN

  6. Marcelo fritz on

    OU DO ROBIN??

  7. Marcelo fritz on

    TALVEZ ATÉ DA POCAHONTAS;)

  8. larissa on

    É de Mario Quintana, sempre foi!
    Se o Caio a copiou… OK! Mas a ideia original é do imortal!

    • larissa on

      ahuahauhauahuahauh
      ambos são imortais…

    • Lúcia on

      Larissa, o “Caio” como você descreveu, nunca poderia ter “copiado” a frase porque ele nasceu séculos antes do Mário Quintana, ou seja, nasceu no ano 157 a.C. e morreu no ano 121 a.C. e Mário Quintana nasceu em 1906. Por favor, não estou questionando quem é o autor, estou apenas afirmando que Caio Graco não poderia copiar a frase de uma pessoa que ainda não existia.

  9. Adriana Silva on

    Desculpe a minha pergunta,mas esta frase não foi criada por Caio Graco.Caso eu esteja errada,desconsidere essa minha pequena observação.Obrigada.

  10. César Nascimento. on

    Porra!!! Quem escreveu essa merda foi eu, e escrevi no espaço do facebook destinado ao que eu estava pensando.

  11. Luiz on

    Caio ou Quintana vamos prestar atenção nela e mudar o mundo… lendo. Ok turma?

  12. Luiz on

    Vamos ler, ler, ler, ler, ler e ler.Para modificar o mundo.

  13. danilo on

    seus , burros essa frase sempre foi de mario quintana , e não desse tal de caio graco , esse muleke faz plagio das frases de um monte de autores e diz que são dele , ele é um bosta …

    • Roberto Bastos on

      Perdoe-me Danilo. Caio Graco foi político romano do Séc. II a.C., então ele não pode ter plagiado esta frase e nem frase nenhuma. Lamento…

  14. dearflavinha on

    Gostei da certeza da lescia jatobá ao afirmar que é de Quintana.
    Acredito nela.

  15. Lucas on

    Quem ‘acreditou’ que a frase é de Quintana….Se enganou.
    Não consta da Obra de Quintana. Todas as fontes são para Caio Graco.
    Quando dito ‘Não consta da Obra de Quintana’, obviamente é porque não está em nenhum livro/coletânea ou entrevista de Quintana. E muito menos nos Livros sobre Quintana, como ‘Ora Bolas’ de Juarez Fonseca.

  16. DIGAO on

    Eu continuo achando q essa frase eh do Batman!

  17. Shanachie O'Corcoran on

    Não haviam códices nem livros na época de Caio Graco. Os primeiros códices (o que mais se assemelhava a livros na antiguidade) surgiram na Grécia dois séculos depois de Cristo. Caio Graco nunca poderia fazer analogia a uma coisa ainda inexistente; a frase é de Mário Quintana.

    • Lucas on

      Shanachie O’Corcoran, seu argumento é plausível até onde vc afirma que a frase é de Quintana.
      Vamos separar a questão.
      1 – A frase é de Caio Graco? – em aberto, as fontes apontam para ele.
      2 – A frase não é de Quintana. Usando do seu próprio argumento, é só ver se está na obra publicada dele ou em entrevista. Simples, eu possuo toda a obra de Quintana, inclusive todas as antologias. Tudo digitalizado, inclusive o que é considerado a Bíblia de Quintana, ‘Poesia completa da editora Nova Aguilar’. Tenho também todas as entrevistas digitalizadas. Fora livros sobre Quintana, como o excelente ‘Ora Bolas’ de Juarez Fonseca.

      Voltando a Caio Graco, não se esqueça que a citação foi traduzida, ele fez analogia provavelmente a pergaminhos.

  18. Igor Melquides on

    não entendo porquê.. pra voces o mais importante é saber quem é o autor da frase, doque a própria frase..
    Ja vi que voces não lêem livros, e não mudam o mundo.

    • Lucas on

      Caro Igor,
      Realmente você não teria como entender! É preciso ler o suficiente para começar a entender o significado autoral e assim entender porque existe a literatura comparada.
      Abraço.

  19. Rosangela Aliberti on

    Com licença… com certeza frases são importantes (principalmente as que fazem pensar) mas valorizar a obra do autor (original) faz parte (fornecer os créditos corretamente é sinal de respeito) ….pois é de um determinado autor que fora originada a energia criativa; toda pesquisa é válida até o alcance/certeiro do anonimato. Quanto ao que li acima de Lucas, endosso: fora Caio Graco (carece de fontes) também fora atribuída a Mirta Dourado (carece de fontes). Por favor, caso alguma pessoa tenha encontrado nos livros/artigo/entrevista, aponte corretamente onde está este pensamento de Mario Quintana (livro/página) pois de nada adianta,
    ficar “no ar”, até agora que eu saiba, nada neste sentido fora encontrado na bibliografia do referido é autor. (Comunidade: O Verdadeiro Quintana (orkut/membro) e Comunidade: Afinal, quem é o autor? (orkut/membro e Facebook/blog pessoal). Agradeço a atenção.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: