“Livros não mudam o mundo, quem muda o mundo são as pessoas. Os livros só mudam as pessoas.”

Mário Quintana

About these ads

24 comments so far

  1. paulovictor on

    Inseri poesias de Mario Quinta em meu Blog,
    http://paulovictor.wordpress.com
    faça uma visita e casdastre-se em minha rede,

    abraços

    Paulo Victor

  2. Fernando on

    Essa frase é atribuída a Caio Graco e não à Quintana!

    pt.wikipedia.org/wiki/Caio_Graco

  3. Janderson on

    O Quintana foi genial, mas essa frase é de Caio Graco.

  4. lescia jatobá on

    não é não! essa frase é de Mário Quintana! faço biblioteconomia e numa disciplina de ação cultural, ele foi o assunto de um debate!!!
    precisa provar por A + B que é de Caio Graco!

  5. Marcelo on

    CERTO QUE ESSA POESIA É DO BATMAN

  6. Marcelo fritz on

    OU DO ROBIN??

  7. Marcelo fritz on

    TALVEZ ATÉ DA POCAHONTAS;)

  8. larissa on

    É de Mario Quintana, sempre foi!
    Se o Caio a copiou… OK! Mas a ideia original é do imortal!

    • larissa on

      ahuahauhauahuahauh
      ambos são imortais…

    • Lúcia on

      Larissa, o “Caio” como você descreveu, nunca poderia ter “copiado” a frase porque ele nasceu séculos antes do Mário Quintana, ou seja, nasceu no ano 157 a.C. e morreu no ano 121 a.C. e Mário Quintana nasceu em 1906. Por favor, não estou questionando quem é o autor, estou apenas afirmando que Caio Graco não poderia copiar a frase de uma pessoa que ainda não existia.

  9. Adriana Silva on

    Desculpe a minha pergunta,mas esta frase não foi criada por Caio Graco.Caso eu esteja errada,desconsidere essa minha pequena observação.Obrigada.

  10. César Nascimento. on

    Porra!!! Quem escreveu essa merda foi eu, e escrevi no espaço do facebook destinado ao que eu estava pensando.

  11. Luiz on

    Caio ou Quintana vamos prestar atenção nela e mudar o mundo… lendo. Ok turma?

  12. Luiz on

    Vamos ler, ler, ler, ler, ler e ler.Para modificar o mundo.

  13. danilo on

    seus , burros essa frase sempre foi de mario quintana , e não desse tal de caio graco , esse muleke faz plagio das frases de um monte de autores e diz que são dele , ele é um bosta …

    • Roberto Bastos on

      Perdoe-me Danilo. Caio Graco foi político romano do Séc. II a.C., então ele não pode ter plagiado esta frase e nem frase nenhuma. Lamento…

  14. dearflavinha on

    Gostei da certeza da lescia jatobá ao afirmar que é de Quintana.
    Acredito nela.

  15. Lucas on

    Quem ‘acreditou’ que a frase é de Quintana….Se enganou.
    Não consta da Obra de Quintana. Todas as fontes são para Caio Graco.
    Quando dito ‘Não consta da Obra de Quintana’, obviamente é porque não está em nenhum livro/coletânea ou entrevista de Quintana. E muito menos nos Livros sobre Quintana, como ‘Ora Bolas’ de Juarez Fonseca.

  16. DIGAO on

    Eu continuo achando q essa frase eh do Batman!

  17. Shanachie O'Corcoran on

    Não haviam códices nem livros na época de Caio Graco. Os primeiros códices (o que mais se assemelhava a livros na antiguidade) surgiram na Grécia dois séculos depois de Cristo. Caio Graco nunca poderia fazer analogia a uma coisa ainda inexistente; a frase é de Mário Quintana.

    • Lucas on

      Shanachie O’Corcoran, seu argumento é plausível até onde vc afirma que a frase é de Quintana.
      Vamos separar a questão.
      1 – A frase é de Caio Graco? – em aberto, as fontes apontam para ele.
      2 – A frase não é de Quintana. Usando do seu próprio argumento, é só ver se está na obra publicada dele ou em entrevista. Simples, eu possuo toda a obra de Quintana, inclusive todas as antologias. Tudo digitalizado, inclusive o que é considerado a Bíblia de Quintana, ‘Poesia completa da editora Nova Aguilar’. Tenho também todas as entrevistas digitalizadas. Fora livros sobre Quintana, como o excelente ‘Ora Bolas’ de Juarez Fonseca.

      Voltando a Caio Graco, não se esqueça que a citação foi traduzida, ele fez analogia provavelmente a pergaminhos.

  18. Igor Melquides on

    não entendo porquê.. pra voces o mais importante é saber quem é o autor da frase, doque a própria frase..
    Ja vi que voces não lêem livros, e não mudam o mundo.

    • Lucas on

      Caro Igor,
      Realmente você não teria como entender! É preciso ler o suficiente para começar a entender o significado autoral e assim entender porque existe a literatura comparada.
      Abraço.

  19. Rosangela Aliberti on

    Com licença… com certeza frases são importantes (principalmente as que fazem pensar) mas valorizar a obra do autor (original) faz parte (fornecer os créditos corretamente é sinal de respeito) ….pois é de um determinado autor que fora originada a energia criativa; toda pesquisa é válida até o alcance/certeiro do anonimato. Quanto ao que li acima de Lucas, endosso: fora Caio Graco (carece de fontes) também fora atribuída a Mirta Dourado (carece de fontes). Por favor, caso alguma pessoa tenha encontrado nos livros/artigo/entrevista, aponte corretamente onde está este pensamento de Mario Quintana (livro/página) pois de nada adianta,
    ficar “no ar”, até agora que eu saiba, nada neste sentido fora encontrado na bibliografia do referido é autor. (Comunidade: O Verdadeiro Quintana (orkut/membro) e Comunidade: Afinal, quem é o autor? (orkut/membro e Facebook/blog pessoal). Agradeço a atenção.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: